quarta-feira, 20 de maio de 2009

MODELOS DE RELAÇÕES PÚBLICAS UTILIZADOS NAS ORGANIZAÇÕES

1. Modelo Agência de Imprensa
Nesse modelo utiliza-se a propaganda, pois busca chamar mais atenção das mídias para os produtos e serviços da organização. As propagandas normalmente são divulgações exageradas.
A comunicação é de uma mão, ou seja, não existe o feedback do público perante algo que a organização fale. A meta da organização ao utilizar esse modelo, é controlar ou dominar o ambiente.

2. Modelo Informação Pública
O forte desse modelo é a utilização do jornalismo e da assessoria de imprensa, pois, ele busca dizer a verdade, para evitar que fatos desaforáveis prejudiquem a imagem da organização.
É um modelo de uma mão, pois não leva em consideração as opiniões e expectativas do público.
Lembrando que, nenhuma situação (crise) se resolve só com assessoria de imprensa.

3. Modelo Assimétrico de Duas Mãos
Nesse modelo a organização sempre irá buscar a razão, para isso ela utiliza a persuasão para convencer seus públicos.
Esse modelo é considerado de duas mãos (feedback), pois, utiliza a pesquisa para saber a opinião do público.

4. Modelo Simétrico de Duas Mãos
Esse modelo é considerado ideal, porém utópico, pois ele busca a compreensão mútua, ou seja, que ambas as partes, organização e público, consigam seus objetivos.
Utilizasse a pesquisa para saber a opinião do público, por isso é considerado um modelo de duas mãos.

5. Modelo Motivo Misto “win-win”
Esse modelo é a soma do modelo assimétrico com o modelo simétrico, foi criado pela Patrícia Murphy. Nesse modelo não deve ser considerado errado utilizar a persuasão, porém, deve haver o equilíbrio da organização e os seus públicos, por meio da negociação, mediação e o consenso.
A linguagem é retórica, ou seja, é modo de como as palavras, ou o discurso, podem convencer o receptor.
Utiliza-se,também, a pesquisa, portanto, ele é um modelo de duas mãos.



Por: Larissa Felinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário